Afonso Corte Real

HISTÓRIA | FOTOS | VÍDEOS


 

HISTÓRIA

Adaptação da obra da escritora gaúcha Letícia Wierzchowski, A Casa das Sete Mulheres mostrou o papel das mulheres na revolta que ficou conhecida como Guerra dos Farrapos. A trama principal se desenvolve com as mulheres da família do líder dos farrapos, Bento Gonçalves (Werner Schunemann), nos dez anos de duração do conflito.

Ana Joaquina (Bete Mendes), Maria (Nívea Maria), Manuela (Camila Morgado), Rosário (Mariana Ximenes), Mariana (Samara Felippo), Caetana (Eliane Giardini) e Perpétua (Daniela Escobar) se refugiam em uma estância para esperar o retorno dos homens da família. A história é narrada graças às anotações no diário de Manuela, contando, contextualizando o momento histórico com relatos de esperança, frustrações e amores dessas mulheres.

Murilo Rosa interpretou o braço direito de Bento Gonçalves, Afonso Corte Real. Prometido a Rosário, sobrinha de Bento e filha de Maria, uma mulher amarga e fria, Corte Real enfrenta o desinteresse de Rosário, que se apaixona por Estevão (Thiago Fragoso), um soldado das tropas inimigas. Mesmo sem notícias de Estevão depois que ele parte para a guerra, Rosário continua a esperá-lo acreditando que ele ainda está vivo.

O personagem de Murilo tem um fim heroico, ao ser morto enfrentando sozinho uma tropa de soldados caramurus comandada pelo coronel Moringue (Miguel Ramos).

“Estou muito orgulhoso de fazer parte desse trabalho. É o maior épico que a TV já fez. Sem dúvida, essa minissérie é um dos maiores presentes que já recebi na minha carreira. Esse é um personagem tão especial para mim que eu sempre digo que gostaria de ser como ele.”

Murilo Rosa para TV Brasil, em 2003.


 

FOTOS

 

 

VÍDEOS